Rapper Frost diz que Eazy-E foi injetado com agulhas contaminadas com HIV

Novas alegações surgiram na história envolvendo Yung Eazy reivindicações que Suge Knight injetou em seu pai, Eazy-E, agulhas infectadas pelo HIV após uma ameaça direta do chefe da Death Row Records.

Em um nova entrevista com Siccness.net como parte de um próximo documentário Para o registro: A história dos latinos no Hip-Hop , OG Latin rapper Frost - quem Eazy-E assinou com sua Ruthless Records em 1995 - insinua que ele sabe algo mais do que o que já foi reivindicado, embora como Uproxx ressalta que ele não cita nomes. Ele diz:

Vou contar o que aconteceu com Eazy contraindo AIDS e acredito nisso até hoje e acredito nisso até hoje. Eu não me importo se vocês conseguiram no filme. Você pode contar ao mundo. Deram-lhe agulhas contaminadas com acupuntura. Agulhas que o contaminaram, deram a ele.



Mais tarde, ele acrescenta:

O que aconteceu foi que alguém, não vou dizer o nome, mas as pessoas sabem o nome. Eu não quero dizer esse nome porque é o nome do diabo, mas outra pessoa no rap, se você conhece sua história de rap, o chama de diabo. Se você conhece a história do rap, o rap da Costa Oeste, sabe de quem estou falando. Disseram-me mesmo na minha última conversa de Eazy para nem falar com aquele homem. Não só isso, mas acho que eles realmente tinham uma fortaleza de dar a ele agulhas contaminadas com o vírus da AIDS nele com acupuntura.

Assista toda a entrevista aqui.

Correção: UmA versão anterior deste post identificou erroneamente as alegações de Frost como evidência, não como alegações.

Sobre Nós

Notícias Musicais, Críticas De Álbuns, Fotos De Concertos, Vídeo