Neil Peart, baterista do Rush, morre aos 67 anos

Neil Peart, baterista virtuoso dos gigantes canadenses do rock progressivo Correr , morreu aos 67 anos. De acordo com um porta-voz da família, Peart morreu na terça-feira, 7 de janeiro, em Santa Monica, Califórnia, após receber um diagnóstico de câncer no cérebro, a Canadian Broadcasting Corporation relatórios . Rush confirmou o relatório em um comunicado.

É com o coração partido e a mais profunda tristeza que devemos compartilhar a terrível notícia de que na terça-feira nosso amigo, irmão de alma e companheiro de banda de mais de 45 anos, Neil, perdeu sua incrivelmente corajosa batalha de três anos e meio contra o câncer no cérebro (Glioblastoma ), escreveu Rush. Aqueles que desejam expressar suas condolências podem escolher um grupo de pesquisa sobre câncer ou uma instituição de caridade de sua escolha e fazer uma doação em nome de Neil. Descanse em paz irmão.

Peart, que também atuou como letrista principal do Rush, é rotineiramente citado como um dos maiores bateristas do rock. Conhecido por sua precisão técnica, compassos irregulares e bateria extremamente elaborada, ele é responsável por alguns dos trabalhos de percussão mais complexos e exigentes do cânone do rock clássico. Dominar hits do Rush como Tom Sawyer tem sido um rito de passagem para jovens bateristas que procuram demonstrar sua habilidade.



O Rush foi formado em 1968 e fez sua última turnê em 2015. O baixista Geddy Lee disse no ano passado que a banda não tinha planos de fazer uma nova turnê. Peart entrou em 1974, consolidando a formação clássica de power trio da banda (que também incluía o guitarrista Alex Lifeson), e apareceu em todos os seus álbuns mais conhecidos, incluindo o de 1975. Voe à noite e 1976 2112.

Sobre Nós

Notícias Musicais, Críticas De Álbuns, Fotos De Concertos, Vídeo