Surpresa: Michael Moore fez um filme sobre Donald Trump que será lançado hoje à noite

Michael Moore anunciou Trumpland , um novo filme sobre a cenoura seca Donald Trump que estreia hoje à noite, no IFC Center de Nova York. Os ingressos são gratuitos. O filme começará a ser exibido normalmente no IFC Center em 19 de outubro, embora nenhum outro plano de lançamento tenha sido anunciado.

O filme é uma versão de um one-man show sobre a eleição que Moore foi impedido de se apresentar em um teatro de Ohio. A sinopse do filme diz: Veja o filme que os republicanos de Ohio tentaram fechar. O vencedor do Oscar Michael Moore mergulha direto em território hostil com seu ousado e hilário show one-man, bem no coração de TrumpLand nas semanas anteriores às eleições de 2016.

A reputação de Moore como cineasta/agitador de esquerda está bem estabelecida: Boliche para Colombina e Fahrenheit 11/09 são dois dos documentários de maior sucesso comercial dos últimos 15 anos. Durante este ciclo eleitoral, ele foi um defensor visível de Bernie Sanders durante as primárias democratas e ofereceu um apoio morno - mas certo - a Hillary Clinton, que, apesar de toda a sua monotonia centrista sóbria, pelo menos não é um saco de lixo legítimo.



Por outro lado, um filme anti-Trump que vai ao ar exclusivamente na cidade de Nova York, reduto de liberais ateus, vai convencer alguém? Além disso, é Michael Moore vai convencer alguém? Fahrenheit 11/09 saiu logo antes da eleição de 2004, ganhou muito dinheiro e... não fez nada para impedir George W. Bush de ir para seu segundo mandato como presidente. Ele tem fatos e retidão moral do seu lado, mas isso não fez muito pela esquerda nos últimos quinze anos – pergunte a Jon Stewart. Mas ei, talvez isso tenha um grande lançamento nas próximas semanas e leve milhares de apoiadores de Trump a dizer: Uau, eu não fazia ideia. Pode acontecer, na medida em que tudo pode acontecer.

[ O repórter de Hollywood ]

Sobre Nós

Notícias Musicais, Críticas De Álbuns, Fotos De Concertos, Vídeo